domingo, 30 de setembro de 2012

A Vila de Pardilhó no Verão



Mais um Verão que chega à nossa freguesia marinhoa… que novidades nos traz? Logo no primeiro fim-de-semana do mês de julho, tivemos as habituais tasquinhas gastronómicas, realizadas na Ribeira d’Aldeia, local o qual poderemos considerar como o nosso cartão de visita para Turismo. Seguiu-se o desfile das marchas populares no Centro Cívico da Vila, onde a marcha popular do grupo “Ventos da Ria” demonstrou e comprovou o porquê de ser pentacampeã das Marchas de Santo António – Estarreja. Após estes dois eventos, entrámos no mês de Agosto, onde muito timidamente começamos a assistir à chegada dos nossos emigrantes. Parece-me evidente que, chegam em cada vez menor número, para menos dias de férias e cada vez mais tarde, possivelmente para visita aos seus familiares, e muito provavelmente para alguns dias de sol na Praia da Torreira e consequentes festas de S. Paio.
Na verdade, fazem falta aos nossos jovens actividades lúdicas na nossa freguesia, que os possam manter ocupados e, prepara-los para o regresso às aulas. Falo de potenciar o uso da Biblioteca, fazendo concursos literários, fotográficos ou mesmo exposições temáticas, puxando pela criatividade de todos. E já agora, porque não usar este espaço para realizar formações profissionais? De igual forma, parece-me justo dinamizar o terreno localizado ao lado do Centro de Saúde, transformando-o no Circuito de Manutenção, de livre acesso, que serviria de apoio por exemplo aos atletas da Canoagem do Saavedra Guedes, mas sobretudo a todos os pardilhoenses que aí poderiam promover a sua actividade física. Mais ainda, de forma a promover o turismo em Pardilhó, fica a ideia no ar, criar percursos culturais, históricos e naturais na freguesia, de forma a serem percorridos a pé ou de bicicleta, devendo a sua divulgação ser feita por exemplo através das redes sociais, sites institucionais ou folhetos.
Resumindo, faz falta a Pardilhó um grupo de jovens, capaz de dinamizar actividades, contando com o apoio das entidades oficiais para cedência de espaços físicos, uma vez que estas actividades não acarretam custos para os utilizadores.


Jornal Ribeirinhas Ago-2012
Jornal de Estarreja Set-2012
Blog Jornal de Pardilhó Ago-2012

Sem comentários:

Publicar um comentário