sábado, 28 de dezembro de 2013

Assembleia Freguesia Pardilhó

Cumpri esta tarde (28 Dezembro) o meu dever cívico enquanto cidadão pardilhonse.

Embora não esteja eleito na Assembleia de Freguesia de Pardilhó, sinto o dever de dar o meu contributo em prol de uma Freguesia mais desenvolvida e moderna.

Na minha intervenção, apresentei-me como membro da Assembleia Municipal e do Conselho Municipal da Juventude de Estarreja. Deixei algumas das propostas que já tinha sugerido nestes dois órgãos:

- Criação de actividades culturais em todas as freguesias do Concelho, e não apenas na Sede do Concelho;

- Convidar as Associação Locais a dar um espectáculo no Cine-Teatro de Estarreja e a ficar com metade da receita de bilheteira;


Depois de tudo isto, deixei as minhas sugestões para Pardilhó:

- Dar vida à Biblioteca de Pardilhó, com exposições, apresentações de livros e palestras;

- Abrigos para as paragens de Autocarro (nomeadamente no Largo da Feliz);

- Arrendar espaços pertencentes à Junta a Empresas de Formação para ministrar cursos de formação (ex. Veiros e Beduído);

- Boletim Informativo à População (descrição de obras e do que se passa nas assembleias de freguesia).



Aproveitei também para referi alguns dos temas que irei abordar na próxima Assembleia Municipal ordinária em Fevereiro, essencialmente apontando obras necessárias a curto prazo:

- Centro Cívico da Vila, que faz inveja a muitas freguesias de Portugal, é utilizado apenas como estacionamento de bicicletas e motorizadas e deveria usado para a realização de diversas actividades;

- A poupança energética corta na segurança das pessoas. Dei o exemplo da Rua do Curval que durante a noite está completamente às escuras, e como essa outras mais ruas estão na mesma situação;

- A recolha do lixo é feita num nº reduzido de dias, levando a que os contentores de lixo estejam sempre cheios e vejamos lixo pelo chão;

- A rede viária, nomeadamente a Rua Padre António Joaquim Vigário Matos, entre a Rua do Cabo da Carreira e o Largo da Feliz, assim como a Rua dos Moinhos do Carvalhal, necessitam de um novo asfalta rapidamente, os buracos e obras por acabar colocam em perigo todos aqueles que lá passam diariamente.


Para concluir, referi que serei um sério defensor de Pardilhó na Assembleia Municipal, tal como tenho sido nos últimos anos no dia-a-dia.

Joel Pereira,
Pardilhó

Sem comentários:

Publicar um comentário